A chupeta prejudica o bebê?

Como muita genta sabe, o uso da chupeta pode causar alguns problemas bucais, como o mal posicionamento dos dentes e alteração do formato do céu da boca.


Porém, também sabemos que a chupeta é de grande ajuda para muitas famílias. Não é correto afirmar que a chupeta nunca deve ser usada. Toda criança possui necessidade de realizar o ato de sucção nos primeiros meses de vida. Em alguns casos a própria amamentação já supre essa necessidade e a criança não precisa da chupeta. 


Porém, em outros casos, a criança pode ter uma maior necessidade de sucção, então a chupeta pode ser utilizada, até mesmo para evitar que a criança comece a realizar a sucção do dedo (hábito muito mais difícil de remover no futuro).


O ideal é que não se ofereça logo a chupeta ao bebê e que seja avaliada a necessidade do seu uso.

Quando usada, a chupeta deve ser oferecida com moderação, não estando sempre a disposição da criança. A Associação Brasileira de Odontopediatria e o Ministério da Saúde recomendam que a chupeta seja utilizada somente até os 3 anos de idade. Se abandonada até essa idade, as alterações bucais podem ainda não ter ocorrido, ou serem corrigidas sozinhas com o crescimento da criança.


Recomendamos o uso de chupetas ortodônticas de silicone e que possuam uma base que proporcione um bom selamento labial. 


É importante que seja realizado o acompanhamento da criança por um odontopediatra. Dessa forma é possível tratar possíveis alterações provocadas pelo uso da chupeta (como mordida aberta e cruzada) o quanto antes. O tratamento é mais simples quando realizado na idade adequada.