Restauração Indireta

Tratamento indicado para restaurações muito grandes, onde seja necessário o uso de materiais mais resistentes, como a cerâmica e o cerômero

Restauração indireta é como chamamos o tipo de restauração que não é feita diretamente dentro da boca (como as de resina composta). É necessário preparar o dente, moldar, enviar ao laboratório para que a restauração seja confeccionada e então fixar a restauração no dente (com o uso de cimentos odontológicos).

Esse tipo de tratamento é indicado para restaurações muito grandes, onde materiais como a resina composta não apresentam a resistência adequada, podendo ocorrer fratura da restauração e/ou do dente.

Alguns anos atrás era comum a realização de restaurações de amálgama, que são essas restaurações de cor metálica. O amálgama é um material resistente, sendo possível ser utilizado para grandes restaurações. Porém, este material é cada vez menos utilizado, pois a maioria dos pacientes prefere realizar restaurações estéticas (que sejam da cor do dente).

Para substituir o amálgama nas grandes restaurações, hoje em dia temos a opção de realizar restaurações em cerâmica ou cerômero. Este tipo de restauração apresenta as seguintes vantagens:

  • Ótima estética, da cor do dente
  • Mais resistente do que a resina composta, evitando fraturas
  • É mais fácil de reproduzir o desenho e o contorno dos dentes
  • Pode ser realizada em apenas duas consultas