Bruxismo

Vocês sabiam que os nossos dentes de cima só devem encostar nos de baixo quando engolimos? 


Quando estamos em repouso ou dormindo a arcada superior não deve estar em contato com a inferior. Isso significa que, em condições normais, os dentes de cima e os de baixo só ficam em contato em média 20 minutos por dia!


Agora imaginem que algumas pessoas realizam o que chamamos de "apertamento dental". Sem perceber, apertam os dentes durante o dia ou a noite. Dessa forma os dentes vão estar em contato muito mais do que 20 minutos, recebendo muito mais força do que deveriam! 


Além de exigir muito mais o funcionamento dos músculos da face e sobrecarregar a articulação da mandíbula, pode provocar fratura de dentes e restaurações.

Há também as pessoas que realizam o "bruxismo", quando além de apertar também rangem os dentes durante o sono. Nesses casos, além de todos os prejuízos já citados anteriormente, também pode ocorrer o desgaste irrevesível dos dentes.


Muitas vezes a pessoa que tem bruxismo ou apertamento pode não perceber. Podendo ficar ciente através do relato de outras pessoas que dormem no mesmo ambiente ou durante consultas de rotina com o dentista, através da avaliação dos sinais e sintomas.


Alguns dos sintomas são:
- Dor ou cansaço nos músculos da face ao acordar
- Dificuldade ao abrir a boca ou mantê-la aberta por muito tempo
- Estalo da articulação da mandíbula ao abrir a boca


Tanto o bruxismo quanto o apertamento dental, a longo prazo, podem trazer muitos prejuízos para a sua saúde. Além dos problemas bucais, atrapalham o sono e a qualidade de vida.


Se você acha que possui algum desses problemas, agende uma consulta. Existem tratamentos para aliviar a dor, proteger os dentes e a articulação, assim como melhorar a qualidade do seu sono!!